13 de mai de 2011

Efemeridade da beleza

Hoje assistindo TV me deparei com uma reportagem sobre uma mãe que está aplicando botox em uma criança de 8 anos pois segundo a mãe a criança demostrou uma inquietude com as "rugas" em seu rosto. Isso me fez pensar será que todo mundo sabe que a beleza é efémera?
Temos que aprender a ver beleza em tudo que olhamos, sem filtros criados pelas mídias. Temos que aprender que a beleza tem suas variações e que nem tudo que é belo aos seus olhos será aos meus.

Deveríamos começar a olha cada pessoa sem buscar suas falhas, mas sim buscando suas qualidades. As vezes queremos esconder nossos defeitos expondo o do outro, isso cria essa cultura da perfeição onde nunca estamos satisfeitos com o que temos, nunca olhamos o lado bom que temos ou que outro tem.

Não sejamos como Brás Cubas que se apaixonou por uma linda menina, mas ficou não com ela pois era "coxa": ' Porque bonita, se coxa, porque coxa, se bonita?'

Assim como ele, nós não aprendemos a ver o que há de bom nos outros e aproveitar cada momento da melhor forma possível!

Faça com o Djavan canta: No dia frio leia um livro, não reclame do dia feio.
A beleza depende do nosso estado de espírito.

Até mais
VM