21 de dez de 2008

Para 2009

Sabe de uma coisa? Para 2009 eu não prometo nada, promessas são vãs.

Chego a essa conclusão depois de 22 fins de ano. Eu ficava todo esperançoso com o próximo ano, fazendo promessas e planos para o ano seguinte, promessas que eu nunca (salvo raras exceções) cumpria e planos nunca executados.

Foi assim com aquelas paixões adolescente que não chegaram aonde eu queria, com os livros que não li, com os filmes que não assisti, etc, etc...

A partir desse ano vou passar a desejar. Isso mesmo desejar. Como eu disse promessas são vãs e os planos são inexatos a mercê do acaso. E os desejos? Os desejos são apenas sonhos que podem ou não se realizar, mas que se não acontecerem não irá me fazer tanta falta como é o caso das promessas, que depois ficam martelando aqui dentro de mim.

Por isso desejo:
- Mais fins de semana com quem eu amo;
- Ir mais a praia ver o vasto mar;
- Ler clássicos e também aqueles autores desconhecido com bons títulos;
- Cantar, fotografar, dançar;
- Falar o que penso sobre aquilo que me interessa;
- E Ter mais desejos... :-D

No final desejo só desejo ser melhor do que sou hoje para não cometer os erros que cometi ontem.

Um 2009 cheio desejos para todas vocês, mulheres!!!
VM

16 de dez de 2008

Seria ela?

Seria ela aquela que tanto desejei, que tanto busquei nas outras e que tanto hesitei em tentar conquistar hora por medo do futuro, hora por boba timidez. Explico.

Sou um cara que se apega (apaixona) fácil por mulheres que demonstram qualquer afetividade por mim, mesmo que isso seja apenas uma amizade mais fiel da parte delas. Como isso na maioria das vez eu me aproximava delas mas nunca chegava as vias de fato, um relacionamento amoroso, essa paixão acabava virando um amizade forte para minha tristeza; não que não valesse a pena ser amigo delas, mas isso para um apaixonado compulsivo não aliviava a compulsão. Eu sempre estava atrás daquele amor eterno mas que sempre parava no nível platônico do sentimento.

Mas isso fez com que eu amadurecesse, demorou mas amadureci; me apaixonei por muitas, nunca contabilizei mas sei que foram muitas. Até chegar nesses últimos momentos. Hoje estou às voltas de mais uma paixão, não sei se isso é bom ou ruim, só sei que estou envolto em mais uma momento onde passo várias horas do dia pensando em como conquista-lá, como agrada-lá, pensando em como dizer e o que dizer a ela.

Digo que amadureci, porque desta vez tomei uma postura mais direta, sai do platonismo das minhas antigas paixões. Me senti mais seguro para dizer algumas coisas e para fazer algumas outras. Não sei de onde veio tamanha segurança.

Mas pensei que fosse mais fácil. Depois de algumas semanas flertando com palavras que vocês gostam de ouvir, sem ser vulgar ou machista, pedi ajuda das flores: rosas vermelhas sempre acompanhadas de bilhetes cheios de sentimentos. E o que recebi? A notícia que eu tinha chegado atrasado, que agora ela estava envolvida com um outro. Pensei comigo então porque continuar com isso? Decidi dar um tempo, tentei dar um acalmada no meu coração e não mais tocar no assunto. Aceitei numa boa essa condição e passei a trata-lá como mais uma companheira de trabalho (Não mencionei, ela trabalha na mesma empresa que eu). Até o fato de hoje!

"Ela: Sabe que toda vez que olho para você me lembro das flores?"

Pra que né? Reacendeu a bendita chama da paixão que estava apenas em brasas, quase apagada. Vi que apesar dela não ter demonstrado nada no momento ela também tinha sido tocada e que eu não estava enganado quanto aos sentimentos dela para comigo, apesar dela estar com alguém no momento ela ainda alimenta algo por mim.


Sei que isso é viver de migalhas que não alimentar o que grande pássaro do amor que mora aqui no meu peito, mas prefiro assim.


Tolo eu? (respondam)


VM

12 de dez de 2008

Dignidade Feminina, já!


Mulheres são seres único que não podem se submeter acertos caprichos masculinos, caprichos que às vezes vão além do "pega uma cervijinha pra mim, amor!", caprichos que colocam a dignidade feminina muito abaixo de onde verdadeiramente ela deveria estar.

Por isso eu digo: DIGNIDADE FEMININA, JÁ!

Inúmeros são casos de mulheres que se humilham pelo amor de alguém, que nem se quer merece a amizade da mesma. Inúmeras também foram às vezes que vi amigas minhas chorarem porque ele (seu namorado) tinha feito algo que que a magoasse ou que a machucasse muito por dentro. Mas aí vocês me perguntam "e depois o que aconteceu?". NADA. Aquelas que amavam o cafajeste acabam ficando com o tal, aumentando a lista de "abatidas" (desculpem o termo) dele. Aquelas que sofreram e derramaram lágrimas acabam esquecendo a dor sentida, e voltam como se nada tivesse acontecido, como se todas as palavras ditas não tivessem feito nenhum estrago no coração dela.

Sei que vão dizer que falo isso porque estou do lado de cá da história, mas falo como um homem que não gosta de ver mulheres chorando por aí enquanto que o tal está curtindo a vida.
Se querem um conselho sejam mais duras com eles, não perdoem no primeiro telefonema, mas sejam sabias para perdoar quando vale muuuuito a pena.


O Perdão é uma dávida que é dada por muitos mas merecida por poucos.

Pensem nisso que já volto...
VM

6 de dez de 2008

Sobre Vocês

É para vocês que crio esse blog...
Sou jovem, tenho 21 anos, ainda, mas já descobri algumas coisas sobre vocês que já me deixaram meio (o.O) - se é que me entendem...rsrs
Sei que alguns homens vão passar por aqui e se perguntar "Como ele sabe essas coisas? Será que ele é gay?"; e aí já vai a resposta:

- Como eu sei ?! Simples eu as escuto, tem coisas que elas deixam escapar mesmo com a presença de alguém do sexo oposto no mesmo ambiente (Meninas tomem cuidado!). Confesso que às vezes uso algumas armas para conseguir algumas informações, nada que machuque, eu garanto. Outra boa tática é olhar para elas, mas não aquele olhar de Jorge Ben para a menina mulher da pele preta (Com malícia), mas um olhar buscando aqueles detalhes que elas adoram que você note e tbm buscando detalhes mais ocultos em gestos, movimentos de braços, cabelo, sorriso, etc; porque elas não são como nós, homens - que estamos sempre nos contendo afinal "o que a turma vai pensar" - elas são espontâneas e parece que o inconsciente é mais ativo nelas...

- E quanto à segunda pergunta é a reposta é mais simples: "Não, sou apenas mais um homem que ama acima de tudo ELAS e que vivi tentando ser amado por alguma DELAS"

Até logo...
VM